CHINA – ABC DOS SABORES / PARTE 2

Hoje é a continuação sobre os sabores da China, espero que gostem. Se tiverem conhecimento de mais alguns sabores ou cultura sobre a China, podem deixar em comentário.

 

 

CHINA – ABC DOS SABORES / PARTE 2

Massa: No Norte da China a cultura predominante é o trigo, pelo que as massas assumem tanta importância à mesa como o arroz; no resto do país a balança pende a favor do arroz.
​Mas ainda assim há sempre lugar para as primeiras: sejam versões em fio, como as massas chinesas, de trigo e ovos.  

Ou a massa de arroz, ou as versões em folha, como os finos crepes e os invólucros para Wonton.

Ovos: Desde de galinha,os mais familiares entre portugueses, aos de pato ou os pequenos ovos de codorniz..

São frequentemente saboreados como petiscos, cozidos numa mistura mais aromatizada . Do que a nossa tradicional combinação de água e sal), que pode conter chá, molho de soja e anis-estrelado.

Pauzinhos: só não servem para comer a sopa… Colocam-se à direita do prato ( ou melhor, da taça sobre um pires) e devem-se apoiar, paralelos, nos dedos anelar e médio, cobertos pelo polegar.
O pauzinho inferior mantém-se relativamente quieto enquanto que o outro faz os movimentos de pinça.
​Para comer arroz: deve aproximar-se a tigela do queixo e usar os pauzinhos para levar o arroz em equilíbrio até à boca.
Dito assim até parece fácil. haha.

Mais dicas

Peixe: os chineses preferem cozinhar e saborear o peixe inteiro, mas muitas das vezes cozido a vapor, tanto de rio (carpa, truta, salmão, salmonete), como de mar (caso das afamadas barbatanas de tubarão).
O caldo que resulta da preparação do peixe costuma ser utilizado para aromatizar outras receitas.
O peixe salgado ( que, depois da salga, é seco ao sal) é uma iguaria muito apreciada  na China. Há outros frutos do mar a enriquecer a cozinha, como os camarões e as ostras.

Sopa de Barbatana de tubarão: para ocasiões especiais, por exemplo um casamento.
Para assinalar uma ocasião memorável, num restaurante português bebe-se um tinto reserva ou um Porto Vintage; num restaurante francês bebe-se Veuve Clicquot.
Num restaurante chinês, partilha-se uma sopa de barbatana de tubarão. Nutritiva, exótica e muito apreciada, costuma requerer encomenda prévia.

Sopa De Ninho De Andorinha: esta iguaria é aclamada nos quatro cantos do mundo.
Nos restaurantes portugueses é habitualmente servida a abrir a refeição e revela-se um caldo suave e reconfortante – sendo que o que sobressai é o sabor a galinha.
​Mas dizem os especialistas que não seria a mesma coisa sem o dito ninho….

Vegetais: em busca do equilíbrio. São obrigatórios.
Nas mesas chinesas cada refeição combina com variedades de cores, sabores e texturas, e os vegetais contribuem em grande parte para a riqueza, e não só sensorial como nutritiva.
Pimenta-de-sichuan, o anis-estrelado e a canela.

Wok: tem mais de 3.000 anos, mas isso não impede que seja cada mais  popular.
A típica “frigideira” funda chinesa conquistou lugar nos fogões dos quatro cantos do mundo pela sua versatilidade, e é considerado um utensílio saudável, porque permite preparar os alimentos rapidamente a altas temperaturas, preservando os seus nutrientes.

A sua opinião é importante para mim! Obrigado pelo seu comentário. Beijinhos

%d bloggers like this: