As trufas e seus benefícios

Hoje vou  falar sobre trufas, um dos meus ingredientes favoritos mas infelizmente muito caro.  Pouca gente sabe, mas degustar trufas não é apenas um dos grandes prazeres gastronómicos. Além de deliciosas, também trazem enormes benefícios à sua saúde.

 

As trufas e seus benefícios

As trufas e seus são ricas fontes de proteínas. Especialista defendem que trufas são excelentes fontes de proteína de alta qualidade – 20 a 30% em cada porção ­– o que é óptimo, porque contém os aminoácidos essenciais para a nutrição humana.

Trufas contém poucos carboidratos. Comparados com outros vegetais, trufas contém menos carboidratos. Isso é excelente, especialmente para quem sofre de diabetes, uma vez que trufas são pouco calóricas.

Trufas não contém colesterol. Esse talvez seja o maior benefício das trufas. A medicina moderna considera o colesterol como um dos principais factores relacionados a problemas cardíacos e doenças relacionadas. Uma vez que trufas não contém colesterol, você pode degustá-las livremente, e sem culpa.

A trufa nasce sob a terra, a uma profundidade de 20 a 40 centímetros, próximo à raiz de carvalhos e castanheiras. Possuem aspecto de mármore negro e bege. O trufeiro, especialista em trufas, é quem revolve a terra e retira a trufa do solo sem quebrá-la nem ferir-lhe a superfície. Ela só terá valor se as suas características originais forem preservadas. A colheita é feita recorrendo a porcos ou cães adestrados que as podem localizar por meio do olfacto.

Trufas crescem ao criar uma relação de simbiose entre seu micélio e as raízes de árvores, que incluem aveleiras, carvalhos e salgueiros. Na trufa branca, sua cor é amarelo sujo, indo para o bege, lembrando marfim velho. A superfície é lisa. A trufa negra é enrugada, com uma cor negro-amarronzada.

 

 

Trufas Brancas

 

Trufas Brancas:   As trufas brancas são encontradas à beira do Mar Adriático e na região francesa do Drôme. As mais célebres vem da cidade italiana de Alva, no Piemonte, onde entre Outubro e Novembro são realizadas feiras para vender os melhores exemplares. As melhores safras ocorrem em Outonos chuvosos, pois as trufas precisam de muita humidade para crescer.

São muito apreciadas por chefs de cozinha devido ao seu inigualável aroma. A trufa branca exige um cortador específico, com lâminas ultra finas, pois quanto mais fina for cortada, o sabor é mais intenso.

Combina com massas, risottos e ovo frito. O prato predilecto dos apreciadores é o ovo “all’occhio di bue”, pois reúne a simplicidade do ovo e a exuberância da trufa branca fresca.​

 

Trufas Negras: As trufas negras são encontradas ao largo de França, Espanha, e Itália, responsáveis por quase todo o mercado. A região mais célebre é o Condado de Périgord.
Exalam aroma menos acentuado, superfície mais rugosa e são mais resistentes ao manuseio.

O quilo custa em média 700 dólares e pode chegar a 2.000 dólares. Ao contrário das brancas, podem ser lavadas em água, e conseguem ser cultivadas.

Após anos de pesquisa, nasceu o carvalho-trufeiro, que leva uns oito anos antes de começar a produzir. Regiões de cultivo foram instaladas no Reino Unido, Estados Unidos, Espanha e Suécia.

A trufa negra já foi chamada de “Diamante Negro” ou “Pérola Negra” devido à sua raridade.

A sua opinião é importante para mim! Obrigado pelo seu comentário. Beijinhos

%d bloggers like this: