Aniversário no Jamie’s Italian Rotterdam

O meu chefe preferido é o Jamie Oliver. No meu aniversário o maridão levou-me a almoçar no  Jamie’s Italian Rotterdam!  Fiquem a saber a minha opinião….

Adorei o presente que o maridão me ofereceu! Adorei a experiência e o restaurante, apesar de o prato que escolhi, ter tido uma pequena falha que vou falar mais abaixo.

O restaurante tem dois andares, e achei-o  muito giro e acolhedor. Os empregados super simpáticos e atenciosos, na maioria todos jovens.  O que por vezes pode causar algumas falhas, não por incompetência, mas talvez por falta de experiência.

Em relação ao menu, é bom…. mas nada que se compare ao restaurante em Lisboa (tive a dar uma vista de olhos no menu). O menu de Lisboa é muito melhor que o de Rotterdam, embora existam alguns dos pratos nos dois restaurantes, outros não, como por exemplo pizza.

Esta ementa do restaurante com todos os pratos, antipasti, sobremesas etc. Esqueci de tirar foto da carta de bebidas. Lol

Achei graça a este quadro, por a descrição do prato estar escrita desta forma, o que faz lembrar restaurantes típicos, como vemos em Portugal e acredito que também em Itália. Penso que este prato não constava do menu, eu não o consegui encontrar no menu. Talvez seja um prato que não seja fixo no menu.

Começamos por pedir a Ultimate Plank, com salame de funcho, presunto prosciutto, schiacciata piccante, crostini com caponata, grissini e pão de música (music bread), nachos italianos, arancini sazonal, mini mussarela de búfala, pecorino envelhecido e geléia de pimenta, azeitonas, picles e pão de alho.

 Pedimos um vinho Villa Luisa Primitivo que é da região de Puglia em Itália. É um vinho  escuro e poderoso, com notas de amoras, anis e pimenta preta. Primitivo é o tipo de casta, ou seja o tipo de uva usado para fazer este vinho.

O maridão pediu um Tagliatelle Bolognese, com rica carne de porco, carne e vinho tinto com parmesão, com opção vegetariana se preferirem. A massa era muito saborosa, assim como o molho bolognese.

Eu pedi um Truffle Tagliatelle, macarrão acabado de fazer, trufa da Úmbria, creme de trufas e noz-moscada e queijo parmesão. Adoro trufas e a minha escolha não poderia ter sido outra, mas deveria ter escolhido outro prato.

Assim que o prato chegou na mesa, achei que tinha algo de errado, o que confirmei assim que experimentei, A massa estava seca, sem sabor e, só porque se esqueceram do creme de trufas e noz-moscada. Simplesmente puseram o queijo parmesão, as trufas e serviram assim mesmo.

Chamei o empregado e disse que a massa não estava boa, que prontamente me perguntou se queria que trouxesse outra massa. Sinceramente fiquei tão desiludida que perdi o apetite (lol).  Nem sequer pedimos sobremesa.

Esta era a minha carinha antes de ter experimentado a massa. a Foto não á das melhores, simplesmente porque não gosto de tirar fotos.

Espero que tenham gostado do post, Quanto a mim estou ansiosa por comer em outro restaurante dele, talvez Lisboa ou quem sabe Londres.

 

 

 

 

Posted by

Eu sou a Rosa, sou uma apaixonada pela culinária, sou capaz de passar horas na cozinha, a cozinhar para família e amigos ou a testar novas receitas. ​

A sua opinião é importante para mim! Obrigado pelo seu comentário. Beijinhos

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.